7 dicas de produtividade para blogueiros

7 dicas de produtividade para blogueiros

Esta postagem é baseada em episódio 40 do podcast ProBlogger.

Você está usando seu tempo de forma produtiva?

Provavelmente, você definiu algumas metas sobre como gostaria que seu blog fosse. Mas chegar a esse ponto vai levar tempo. E quanto menos produtivo você for com o tempo de que dispõe, mais tempo levará para atingir esses objetivos.

Portanto, esta semana, estou compartilhando sete dicas que desenvolvi ao longo dos anos que me ajudaram a me tornar mais produtivo.

Mas primeiro, quero falar um pouco sobre por que precisei deles.

Mostrando alguma personalidade

Para aqueles de vocês que conhecem os indicadores de tipo Myers-Briggs, sou INFP. Isso significa que sou introvertido, intuitivo, sensível e perceptivo. E embora ser perceptivo tenha suas vantagens, também pode ser uma desvantagem quando você precisa fazer as coisas.

Como muitos ‘observadores’, gosto de flexibilidade e espontaneidade. Nem sempre preciso saber o que vai acontecer a seguir. Na verdade, alguns dos meus melhores trabalhos vieram de ser flexível e espontâneo.

Mas também significa que posso passar muito tempo pulando de uma coisa para outra e não conseguir fazer muito se não tomar cuidado. E é por isso que eu criei essas sete etapas para me colocar de volta no caminho. Começando com…

1. Analise como você gasta seu tempo agora

Durante um dos eventos do ProBlogger, a blogueira e apresentadora Nicole Avery sugeriu o uso de uma ferramenta chamada RescueTime. É uma ferramenta que analisa os aplicativos que você usa, os sites que você visita etc. e mede quanto tempo você gasta em cada um. Em seguida, ele classifica as informações em várias categorias e mostra os resultados.

Eu decidi dar uma chance. E depois de executá-lo no meu computador por uma semana, descobri que estava gastando 44% do meu tempo nas redes sociais.

Agora, como blogueiro, tenho uma desculpa para passar muito tempo nas redes sociais. Eu uso o Facebook bastante para direcionar tráfego para meus blogs e para construir uma comunidade com meus leitores. Mas até eu podia ver que estava gastando muito mais tempo nas redes sociais do que deveria.

Também me disse que eu estava gastando 15% do meu tempo em meu e-mail sobre. E assim, juntos, eles estavam consumindo mais da metade do meu tempo.

Claro, algumas pessoas podem ter um motivo perfeitamente legítimo para passar a maior parte do tempo nas redes sociais, navegando na web ou assistindo a vídeos no YouTube. Tudo se resume aos seus objetivos, e é por isso que a próxima etapa é tão importante.

2. Compare como você gasta seu tempo com seus objetivos

Você pode achar que gastar 15% do meu tempo não é grande coisa. Afinal, não faz parte do blog fazer perguntas e aumentar seu conhecimento? Sim, ele é. Mas eu não estava perguntando nada. Eu estava respondendo a eles. E embora seja importante responder às pessoas e ajudá-las a resolver seus problemas (principalmente como blogueiro), fazê-lo por meio de e-mails não era realmente a melhor maneira de gastar meu tempo.

E foi o mesmo com as redes sociais. Eu passava a maior parte do tempo respondendo a perguntas e interagindo com meus leitores. Novamente, isso não é necessariamente uma coisa ruim. Mas um dos meus objetivos é criar conteúdo que ajude a tornar o mundo um lugar melhor. E quanto mais tempo passo nas redes sociais, menos tempo tenho para criar esse conteúdo.

Depois de ver como eu estava gastando meu tempo e comparar como eu precisava gastar meu tempo para atingir meus objetivos, dei o próximo passo que foi …

3. Crie uma programação que funcione para você

Aqui está a primeira programação que criei (usando o Google Agenda) para minha semana ‘ideal’.

Horário ideal

Minha programação começa às 8h00 e termina por volta das 20h30. E como você pode ver, inclui:

  • tempo com minha família no início e no final de cada dia
  • uma hora a cada hora do almoço, onde posso comer e dar uma caminhada (uma parte importante para me manter saudável)
  • hora de criar (primeiros rascunhos pela manhã, edições e revisões pela tarde)
  • tempo dedicado para gastar nas redes sociais (isso não chega a 44%).

Essa programação imediatamente me tornou mais produtivo, porque eu não acordo mais pensando, O que vou fazer hoje? Uma rápida olhada na minha programação é tudo o que preciso para saber exatamente o que estarei fazendo.

Até configurei alarmes no meu telefone quando comecei a usá-lo para me ajudar a lembrar quando passar para a próxima tarefa.

É certo que minha programação mudou um pouco ao longo dos anos. Hoje em dia tem um pouco mais de ‘espaço em branco’ como este na segunda-feira onde não agendo nada e posso ser mais espontâneo sobre o que faço.

4. Desenvolver fluxos de trabalho, sistemas e rotinas

Você deve ter notado a faixa vermelha perto da parte inferior de cada coluna chamada ‘Promover’. É onde eu agendo posts no Facebook e Twitter para o dia seguinte. Eu identifico as postagens em meu arquivo que desejo promover, crio gráficos para colocá-las nas redes sociais e, em seguida, programo todas.

Isso significa que posso manter uma presença nas redes sociais sem ter que estar no Facebook e Twitter o tempo todo.

E faço isso todas as noites da semana.

O primeiro episódio do podcast ProBlogger foi minha primeira tentativa de podcasting. Não tinha ideia de como gravar, editar ou fazer upload de um podcast. Eu nem tinha um blog para hospedá-lo. Mas eu sabia que a única maneira de fazer isso seria pesquisar e, em seguida, desenvolver um fluxo de trabalho.

E aqui está o que eu inventei.

Fluxo de trabalho de podcast

Dividi-lo em uma série de etapas fez com que o processo parecesse muito menos opressor. Também me ajudou a dominar as habilidades necessárias para criar um podcast. Eu rapidamente chego ao ponto em que não preciso mais da lista porque já domina as habilidades.

Também me ajudou a ser mais produtivo. Examinando a lista de verificação, logo percebi que poderia trabalhar em algumas tarefas ao mesmo tempo.

E quando chegou a hora de terceirizar, eu pude ver rapidamente quais tarefas eu poderia passar para outra pessoa. Por exemplo, por volta do episódio 15, trouxe alguém para editar o podcast e criar as notas do programa porque era algo que eu não precisava fazer sozinho.

5. Tente automatizar o máximo possível

Lembra daquela tira ‘Promova’ de que falei antes? Bem, essa é uma das áreas em que comecei a usar a automação. Usando uma ferramenta online como o CoSchedule, posso agendar publicações no Facebook e Twitter com antecedência. Na verdade, o fluxo de trabalho para criar esta postagem inclui agendar cinco postagens no Twitter e quatro no Facebook.

Mas não programo todas as minhas postagens. Essas faixas verdes de ‘Social’ na minha agenda são quando eu passo um tempo no Facebook e Twitter interagindo com meu público.

6. Tente delegar o que você não pode automatizar

Claro, você não pode automatizar tudo. Embora a inteligência artificial tenha evoluído muito, há algumas coisas que devem ser deixadas para o ser humano.

Mas isso não significa que você precisa ser tão humano.

Ao longo dos anos, deleguei várias tarefas a outras pessoas e agora tenho uma equipe de cerca de 10 pessoas. Alguns são escritores e editores. Alguns nos ajudam a produzir nossos e-books. Alguns ajudam a produzir o podcast. E alguns fazem trabalho de desenvolvimento e mantêm nossos servidores funcionando.

Delegar essas tarefas a outras pessoas significa que posso concentrar meu tempo nas coisas que preciso fazer e nas coisas em que sou bom.

7. Comece com sistemas e processos, não ferramentas

Assim que você menciona a palavra ‘produtividade’, alguém vai falar sobre ferramentas. Na verdade, uma vez participei de uma sessão de produtividade em uma conferência em que foi todos eles falaram.

Não me interpretem mal. Adoro aprender sobre novas listas de tarefas e novas ferramentas de produtividade. Mas se você começar com a ferramenta em vez de seus objetivos e os sistemas que você criou para alcançá-los, a ferramenta pode ser mais um obstáculo do que uma ajuda.

E quanto mais tempo você gasta pesquisando as ferramentas mais recentes, menos tempo você tem para realmente atingir esses objetivos.

Acredito muito no desenvolvimento de sistemas e na busca de ferramentas que ajudem a gerenciá-los. Aqui estão algumas das ferramentas que estou usando no momento. Mas não pense que porque eu os uso você deveria usá-los também. Depende de quais sistemas você possui.

Eu uso um calendário chamado Fantastical 2. Está no meu computador, no meu telefone e até no meu relógio, o que significa que sempre sei onde devo estar.

Eu também uso o Evernote para todas as minhas idéias e a maior parte da minha escrita. Até comecei a interagir com minha equipe nisso.

Mas para a maioria dessas interações eu uso o Slack, assim como todo mundo na equipe. É uma ótima maneira de nos comunicarmos uns com os outros.

Com você

Espero que você tenha achado essas sete dicas úteis. Mas eu sei que alguns de vocês são viciados em produtividade. Então, se você tiver outras dicas para ser mais produtivo, por favor, compartilhe nos comentários.



Esse artigo foi agregado do link: https://problogger.com/7-productivity-tips-for-bloggers/

Artigos Recentes

Como adicionar um botão de doação do PayPal no WordPress

Você deseja adicionar um botão de doação do PayPal ao seu site WordPress? O PayPal torna super fácil aceitar doações em seu site. ...

Por que você precisa fazer ‘começar’ uma mentalidade

Esta postagem é baseada em episódio 88 do podcast ProBlogger. Onde você está em sua jornada como blog? Você pode ser o início de sua jornada...

A Equipe DigitalMarketer ESTÁ ENCHIDA de Gratidão neste Dia de Ação de Graças

A Turquia está no forno e nossas vendas da Black Friday estão aumentando e funcionando, o que significa uma coisa. É hora de sentar e...

5 melhores plug-ins de cupom giratório do WooCommerce (comparados)

Você está procurando um plug-in de cupom giratório para o WooCommerce? Spin to win wheel é uma técnica de gamificação que ajuda a gerar...

Como obter referências sem perguntar: use este hack do escritor profissional

Você já se perguntou como conseguir referências para contratar mais trabalhos de redação freelance? Isso seria bom, certo? Você descobre como abrir a torneira...

Artigos Relacionados

Leave A Reply

Please enter your comment!
Please enter your name here

Fique atualizado com nossos artigos - receba gratuitamente